top of page
law books,computer and scales of justice on desk in lawyer office and city view
logotransp

Como você sabe quando é “amor verdadeiro”?

Atualizado: 28 de jun. de 2023


💘 O Dia dos Namorados está aí de novo, e a palavra AMOR está escrita em todos os lugares pra onde você olha. Frequentemente, a palavra amor está associada a sentimentos fortes, mas nem sempre românticos; por exemplo, “Adoro a Salada de Verão deste restaurante!” ou “Eu amo meu cachorro”. Os sentimentos românticos dão uma euforia maravilhosa onde você sente que tudo está bem no mundo, agora que você tem aquela pessoa especial em sua vida. O problema com os sentimentos românticos é que, assim como o fogo na lareira, ele deve receber lenha fresca para queimar (ações e palavras românticas) e oxigênio, ou ele se apagará. Portanto, antes de investir em sentimentos românticos, você precisa avaliar quem você é e como essa pessoa se encaixa em sua vida. Há uma grande diferença entre passar uma noite com alguém e passar a vida inteira com essa pessoa. Portanto, sentimentos românticos por si só não servem para sabermos se é “amor verdadeiro”. O “verdadeiro amor” nos motiva a fazer o que é melhor e o que é certo. Eu já sofri de uma paixão ardente, talvez você também. O “verdadeiro amor” vê seu potencial, apesar de ver suas falhas, e o impulsiona. Isso funciona nos dois sentidos, você não fica cego para as imperfeições da outra pessoa, mas o Amor ajuda a ver o que a outra pessoa tem de maravilhoso. Tyler Knott Gregson coloca desta forma:

“Because of you, I can feel myself slowly, but surely, becoming the me I have always dreamed of being.” - (“Por sua causa, posso me sentir, devagar mas com certeza, que estou me tornando o eu que sempre sonhei ser.”)

Esse tipo de amor traz uma visão do que é possível juntamente com sentimentos maravilhosos.


O poeta americano Robert Frost disse o seguinte sobre a paixão do amor:

“Love is an irresistible desire to be irresistibly desired.” - (“O amor é um desejo irresistível de ser irresistivelmente desejado.”)

A paixão mútua é uma parte importante na descoberta do “verdadeiro amor”, mas é mais do que desejo físico; é emocional e espiritual, alcançando a alma.

Com o “amor verdadeiro” há um desejo forte que transforma a frase “para o bem ou para o mal” em uma afirmação da realidade, e não algo assustador. Não importa o que mais aconteça comigo em minha vida, nosso amor permanecerá forte.

Se você encontrou o seu “verdadeiro amor” e está pronto para fazer seus votos a quem ama, deixe-nos ajudá-lo!


Como tabeliã na Flórida, Sonia Cunha-Goldner é uma experiente celebrante de casamentos. Sonia já reuniu noivas e noivos de toda a Flórida Central. Nenhuma celebração é grande ou pequena demais.


Clique aqui para saber mais e começar a fazer planos.




9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page